Parabéns Rapazote.

O Joaquim de Almeida já tem um herdeiro na cinematografia norte-americana.