Começo a perder a conta ao número de cenas de strips que já escrevi em trabalhos.


Não sei se procure ajuda psiquiátrica ou se abra uma casa do ramo.