A saga da bomba

15:40:00

É normal, quando deixamos o carro na oficina para reparar X, que o mecânico vá encontrar Y, Z e outra coisa qualquer com necessidade de ser reparada.

Como andava às turras com a bomba-injectora do motor do carro, lá encontrei uma oficina de confiança onde me a reparavam a um preço mais baixo do que aquele que eu esperava (nestas coisas da mecânica e oficinas, não há quem não tenha um amigo pronto a dizer que aquela reparação vai custar balúrdios, ou outro que conhece o primo do amigo de um tio de um sobrinho que também teve que reparar aquilo e que até hoje se está a adaptar a viver com apenas um rim...). 

Depois de lá deixar o carro ligaram-me a dizer que a correia da transmissão tinha que ser trocada porque estava muito danificada. Ok, siga para bingo. Hoje ligo para saber se tenho o carro pronto ao final do dia. E foi isto...

The Coiso - Estava a ligar para saber se a reparação da correia vai atrasar muito a entrega do carro.
Mecânico - Ah, não. Isso já está.
The Coiso - Então posso ir buscar o carro hoje?
Mecânico - Não, porque estamos a reparar a bomba...
The Coiso - Ah...
Mecânico - E a luz dos injectores também acende.
The Coiso - Como assim?
Mecânico - A luz dos injectores. Aquela que tem um desenho de um injector e uns salpicos.
The Coiso - Eu sei o que é. Mas diz que acende?
Mecânico - Sim, acende ao ralenti.
The Coiso - Pois, era normal ela acender quando ponho o carro a trabalhar, mas depois apaga-se.
Mecânico - Apaga-se?
The Coiso - Sim, eu dou à chave e ela apaga-se. Não estava a acender.
Mecânico (em silêncio alguns segundos) - Ah...

(Excerto da conversa telefónica)

You Might Also Like

0 pessoas com demasiado tempo livre comentaram isto