Tenho saudades.

Dos tempos em que os obesos (e aqui todo o respeito para com os obesos) não andavam a fazer figuras tristes na TV.

Ah, bons tempos esses.