A minha espectacular visão da (minha) 3ª idade

00:24:00


Hoje, enquanto escrevia furiosamente para fechar mais um episódio, na mesa do café ao lado da minha, uma mulher despertou-me a atenção.

Tinha genica e lucidez. Lia ávidamente o Público e, de tempos em tempos, lá manuseava com destreza o seu iPhone para mandar sms e fazer chamadas. Culminou tudo com um valente raspanete a alguém do outro lado da linha no seu último telefonema.

Pormenor a reter: esta mulher, perdoem-me, esta senhora tinha, de certeza, mais de oitenta anos.

Quem me dera estar assim como ela com aquela idade. Eu, muito provavelmente, estarei com sete palmos de terra em cima. (Numa visão menos negativista, talvez me arraste num lar, de um lado para o outro, com as calças pelos tornozelos a pedir para mudarem de canal no televisor porque não sei como se faz).

You Might Also Like

0 pessoas com demasiado tempo livre comentaram isto