"Sex, Life, Healing, Nature, Magic"

Já há algum tempo que não via um filme que me mantinha interessado até ao fim. Talvez pela quantidade de trabalho e por escrever guiões, histórias e afins, a meio de uma película já estou a bocejar e uns minutos depois já adormeci com o computador ao colo ou na cama. (Yep, that's how depressing things are around here). Contudo, há umas semanas atrás vi este "Beginners", o qual já tinha debaixo de olho desde que vira o trailer no cinema.

"Sex, Life, Healing, Nature, Magic."

Arrisco a dizer que pela primeira vez a tradução do título do filme, do inglês original para português, acertou na mouche. Apesar de não soar muito bem "Assim é o amor" encaixa perfeitamente como a resposta que daríamos se nos pedissem para definir este filme numa frase. E, de facto, ele é mesmo assim (como no filme). Independentemente da orientação sexual, da idade, do nosso meio, da nossa nacionalidade.

Depois, aspectos mais técnicos do filme, da forma como o argumentista conta a história, são uma autêntica delícia. Brilhante é a palavra que me ocorre. Não é uma comédia. Também não é um drama. É qualquer coisa pelo meio. E felizmente, não a sei definir. Tal como o amor.