Como é bom viver em Portugal...

Recebi uma carta do meu banco (a sempre amiga CGD) em que, através de elaborado vocabulário, me explicam que quanto menos dinheiro eu tiver na conta, mais me cobram em despesas de manutenção (despesas de manutenção? Têm que lavar o dinheiro? Dar-lhe de comer? Mandá-lo para a escola? Pagar a electricidade dos cofres? Para onde vai o dinheiro das "despesas de manutenção"?).

Por outro lado, se eu tiver, imaginemos, 250 mil euros (yeah, right!) na conta, não me cobram praticamente nada. E é assim que este país, e as suas lógicas, que de lógico têm muito pouco, funcionam... Não é bom viver em Portugal?