"I love it when a plan comes together!"



Há coisas que são certas. Certas do tipo, nunca me esquecer ou abdicar de levar a carteira com os documentos sempre que saio com o carro. Nem que seja para fazer um quilómetro. Penso sempre que virá algum condutor estampar-se contra mim (hummm… ter os documentos comigo ou não parece-me agora a menor das minhas preocupações se o tipo se estampar contra mim) ou que pode acontecer alguma coisa em que precise dos documentos e eu não os tenho. No dia em que eu pensei para os meus botões, “Opá, vais só ali à frente à bomba meter combustível! Não precisas dos documentos para nada! Deixa de ser parvo!”, foi o dia em que ao virar da esquina tinha os senhores da extinta Brigada de Trânsito a mandarem-me encostar e a fazerem o fatídico pedido: “Os documentos, por favor.” Pois… no dia em que pomos o “pé em ramo verde” (isto é, deixamos de cumprir as regras, os nossos rituais) … fodemo-nos!

E, sim. Isto aconteceu-me e, não, não fui multado. Isto tudo para dizer que no outro dia de madrugada (eu ando com uns bonitos horários) voltei a pisar a linha e fiz algo que eu prometi a mim próprio não fazer. Ligar o televisor num canal português durante a madrugada.

E, foi assim, que apanhei um dos maiores desgostos dos últimos tempos. Estava a dar um programa de televendas sobre uma bugiganga (o que eu gosto desta palavra, mas que tão poucas vezes dá para empregar) qualquer para cozinhar. Era apresentado por uma bacana qualquer (uma típica WASP) e o seu parceiro era, nem mais nem menos, que Mr. T!! Sim, essa lenda vida da cultura televisiva das décadas de 80/90. As gerações mais novas não sabem quem é, mas para o pessoal da minha idade ele será sempre o “B.A. Baracus” da série televisiva de culto “The A-Team” (ou em português, “Esquadrão Classe A”).

Qual não foi o meu choque ao ver ali a queda de um mito! Mr. T vestido com um pullover, sem as suas correntes, pulseiras e anéis de ouro (hummm… não soa bem venerar um tipo com tanto ouro em cima…) e a debitar disparates e parvoíces sobre as maravilhas de ter aquela bugiganga. Nem um “I pitty the full!” ou, sequer, “I ain’t gettin’ on no plane!”. Lá se foram algumas memórias de infância. Belas tardes, após a escola, em que me juntava a amigos meus e em que cada um assumia o papel do Coronel John "Hannibal" Smith – o “Hanibal”, na versão dobrada em português do Brasil que ainda foi exibida em Portugal. (o cérebro da equipa que inventava os planos), do Templeton "Faceman" Peck – “Cara de Pau”, (o tipo que engatava as miúdas e gamava os carros), do “doido” H.M. "Howling Mad" Murdock – “Murdoque”, (o piloto da equipa) e do inevitável “B. A.” Baracus – “BA” (que era o gajo que desancava os inimigos e conduzia aquele furgão preto desportivo com listas vermelhas…).

Para ajudar à festa e arruinar por completo as memórias de uma geração, querem fazer
um filme baseado na série, obviamente sem nenhum dos actores originais. Isto não vai correr bem. Não vai não…

“I pitty the fool!

Comentários

Crente disse…
Vá, tens de ser mais optimista!
Já vi o trailer e surpreendeu-me. Algo curiosa em relação ao filme...
:) Pode ser que corra bem!
Bjs
A Crente
The Coiso disse…
lol... Ainda bem que tu pelo menos estás optimista! Eu não estou nada convencido. É arruinar com a memória colectiva de uma geração! :)
O que se seguirá? Um filme baseado no "MacGyver"? Sem o Richard Dean Anderson?
Crente disse…
Tu tens ideias... era a do MacGyver e o filme do Kit (aquele carro que de vez em quando tinha um gajo que andava junto - eu gostava era do carro).
Mas para terminar em grande mesmo, faziam o filme de "Uma casa na pradaria" ;P

Eu sou sempre optimista! Crente e optimista :)
The Coiso disse…
Do Kitt? lol Too late! Em 2008 fizeram um remake da série, que até andou a ser exibido num canal português (não me lembro qual), em que também havia um carro que também falava... No entanto, a série original cometeu a proeza de ser melhor que esta nova! Além de teres um carro muito mais feio na versão '08.
E, claro, não estava lá esse mito, David Hasselhoff! :)

"Uma Casa na Pradaria"? Tu não dês ideias! Nunca se sabe quem anda por aí a ler blogues! :)

Mensagens populares