Que se passa?

É, precisamente, esta a questão que tenho colocado, a mim próprio, nos últimos tempos. Eu explico já o que me faz levantar esta dúvida... Tinha para mim a máxima de que "mulher interessante e gira não anda muito tempo à solta". Ou seja, é como artefactos raros. Rapidamente surgem "colecionadores" a deitar-lhes a mão! No entanto, tenho vindo a reparar (agora que tempo livre é algo que abunda na minha vida) que amigas minhas, que encaixam no perfil que acima descrevi, estão sozinhas. Não têm ninguém. Pode pensar-se no argumento de que estão assim por opção, mas nos casos que eu conheço não é essa a razão.

Por isso é que eu me interrogo. "O que é que se passa?" Estas mulheres não é suposto estarem sozinhas. Não faz sentido. Sei que a resposta à minha pergunta está intimamente ligada aos homens. Sim, aparentemente a culpa é dos homens. E nesse aspecto dou o braço a torcer pelas críticas que me fazem chegar aos ouvidos. Há por aí muito gajo que não vale nada. Eu próprio conheço uns quantos. Depois, as coisas em termos estatísticos também não jogam claramente a favor das mulheres. A proporção de homens para mulheres é claramente desiquilibrada para o lado feminino. Há pouco homem para tanta mulher.

Enfim, fico sem saber o que dizer. Não encontro uma explicação óbvia para esta situação. Haverá alguma?

Comentários

desnorteada disse…
Antes de mais, obrigada pela parte que me toca, que sou uma "mulher interessante e gira"! LOL A explicação é fácil e tu até a deste: «Há por aí muito gajo que não vale nada.» E pronto, é isto! LOL
Mónica disse…
Tal como a desnorteada, agradeço a parte da "mulher interessante e gira" e acrescentaria ainda culta, divertida, simpática... Enfim, qualidades não me faltam. Quanto à justificação, eu deixo com uma hipotética situação que poderá ter ocorrido com a minha pessoa: interesso-me por um rapaz, ele interessa-se por mim. Eis que venho a saber, por outras pessoas, que ele namora. Pois... Diz que andava a comer por dois lados... E pronto, infelizmente este tipo de histórias ouve-se constantemente. E depois há gajos que se fazem a ti, mas afinal é tudo garganta; há gajos que só estão interessados numas trocas de fluidos corporais; há gajos que são uns completos idiotas; há gajos que não têm nadinha na cabeça a não ser a playstation... Ai, Bruno, tantas razões, que poderia fazer uma verdadeira dissertação, ou uma tese de doutoramento sobre o assunto...

Mensagens populares