Blindness


Violento. Dramático. Sufocante. Humano. Visceral. Perturbante. Realista. Desumano. Revoltante. Pragmático…

São apenas algumas palavras que me ocorrem quando recordo “Blindness/Ensaio sobre a Cegueira” de Fernando Meirelles. Recordo-me de mais duas: Muito bom.

Não sou suspeito porque nem sou admirador de Saramago (já não acontece o mesmo de Meirelles), nem li as suas obras, apesar de achar muito interessantes as ideias por detrás das mesmas (como é o caso deste “Ensaio sobre a Cegueira” ou do “Intermitências da Morte”). A não perder, sem dúvida. Se tiverem estômago para a experiência.