P(artido) S(em) D(ono)

Ora bem… e hoje lá conheci essa “personagem” da política nacional, Pedro Santana Lopes. E que dizer dele? (fazendo a análise a cada um dos candidatos como prometi, exceptuando o Patinha Antão)

Bem, é difícil não simpatizar com ele. O homem tem carisma e consegue cativar. De tal modo que tive que ouvir um militante a mandar-me calar para ouvir o discurso do Santana Lopes enquanto eu sussurrava uma conversa com uma colega!

Não é aquela pessoa de quem nos lembraríamos para ajudar num trabalho, mas é aquele gajo porreiro de quem nos lembramos para ir para os copos. Bastou ver o à-vontade com que ficou a conversar com os jornalistas depois de responder às nossas questões e como fez questão de se despedir de todos, um por um. Podem dizer que é graxa, até é capaz de ser. Mas são gestos a que ele não está obrigado, mas que fez questão de cumprir.

Não tão simpática, pelo menos pela amostra que deu é Manuela Ferreira Leite. Tem uma imagem austera e até de antipática. E chegou a sê-lo, quando esteve reunida com os mandatários e os militantes, com os jornalistas. Tudo bem que até poderia estar cansada de estar fechada num auditório durante mais de duas horas, mas os jornalistas também lá estiveram as mesmas horas, a ouvir os mesmo discursos e ainda por cima de pé (moi même!) a gravar discursos de quase uma hora.
Pelo contrário, transmite uma imagem de seriedade e alguma competência (apesar dos tiros no pé que deu enquanto Ministra da Educação e das Finanças). Representa um voto seguro.

Passos Coelho (que tem grande vozeirão, atentem na voz dele) é uma incógnita. É, claramente, o mais novo e é também por aí que os outro candidatos o têm atacado. Apontam-lhe falta de experiência em cargos políticos e isso é algo que os seus apoiantes tentam transformar numa vantagem. É como quem diz, “ele nunca andou à porrada, mas também nunca levou uma sova”. A ideia que dá é que existe muito entusiasmo à volta de Passos Coelho. Talvez ainda não ganhe agora, mas se continuar “à frente dos holofotes da política” daqui a uns anos pode mesmo vir a ganhar qualquer coisa.

Então e em quem votaria caso fosse social-democrata (coisa que, manifestamente, não sou)?

Passos Coelho. Corre-se o risco de ser um “voto no escuro” , isto porque não sabemos ao certo como se vai desenvencilhar quando tiver que travar batalhas com nomes de respeito, mas entre caminhar no arame sem rede (Santana Lopes) e caminhar com rede (Ferreira Leite), mais vale ficar no chão a ver o que fazem os artistas lá em cima…

Comentários

Lamento, mas não seria capaz de votar em alguém que já afirmou que o Serviço Nacional de Saúde, gratuito, tem de ser demantelado... Sim, Passos Coelho, ao que Manuela Ferreira Leite concordou. Santana discordou, mas não me vejo nunca a elegê-lo para um cargo de responsabilidade política. Como disseste, acho que prefiro convidá-lo para um copo. (e para me apresentar algumas amigas mais novas)
Anónimo disse…
olha lá como se escreve nesta espécie de blog!!! humm hummm!!!!

vamos lá saber

isto tem moderação ou podemos dizer as merdas ke nos apetece eh eh eh

sim pk merda fz parte do português português e não de um acordo que desmesuradamente e tristemente n sabe a diferença entre factos e fatos e mais coisas assim

para mim vai ser sempre um facto pois o meu fato, se se chamasse facto, deixaria de ser um fato pa ser um facto, facto esse ke ninguem percebe ser um fato e não um facto....
enfim... era suposto perceber-se alguma coisa do ke eu acabei de dizer mas eu também não percebo os ke eles kerem dizer...

serei ignorante....? terei algum problema grave? devo ir ao médico? tou preocupado? isto pega-se?


estes gajos que vivem no meio das montanhas e de serras entaladas por outras serra e ke vivem na obscuridade da ignorância irreflectidamente temporal e local são uns desgraçados... era uma critica a mim próprio ke uma vez decidi ir a uma universidade e nunca mais voltar, trabalhar numa produtora de conteudos pa TV (uma espécie) e nunca mais voltar, por isso kuando ouço akela maluca da "antena 3" logo de manhã dá-me vontade de me matar, voltar pá caminha e dizer ke tou muito doentinho e ke n posso ir à escolinha hoje

espero ke n publiques estas baboseiras, afinal de contas sou apenas um miudo pekinito ke vive na aldeia e ke nunca estudou e ke agora trabalha nas obras por falta de emprego... eh eh eh

abraço deste teu grande amigo para o meu grande amigo...
ke o thecoiso continue a florescer e a dar frutos como os da piaçaba

e viva a piaçaba (que na minha terra é uma velha carcomida e montes de antipática com o cabelo cheio de caracóis a kem chamam menina Clotilde... menina o camandro... o ke ela ker sei eu pá)

abraço

Mensagens populares