Manuela Moura Guedes

Detesto o “estilo” de Manuela Moura Guedes na apresentação do telejornal da noite da TVI. Pronto, já o disse e é tão simples como isto.

Claro que há quem goste. Se calhar grande parte dos portugueses gosta. E porque gosta? Bem, penso que será precisamente pelo “estilo” diferente que a pivot tem dos restantes colegas das outras estações televisivas. De repente, puxando pela memória, não me recordo de ninguém que se aproxime de Moura Guedes em “estilo” de apresentação.

Pois é precisamente esse “estilo” – agressivo, demasiado vulgar, diria mesmo, demasiado à vontade da jornalista. - que detesto. Tem uma atitude “eu quero, eu posso, eu mando”. Pior que isso, parece, muitas vezes, querer chamar a si o protagonismo na edição do telejornal. Ora, quem deve ser o protagonista é as notícias e não o jornalista. Nós ligamos a televisão para ver as notícias, não para ver o jornalista que as apresenta.

No caso do jornal da TVI esta lógica surge distorcida. As pessoas ligam o televisor para ver a “Manela” e já que o têm ligado, bem… deixa lá ver as notícias.

Talvez eu seja demasiado conservador. E me faça alguma espécie assistir aquele noticiário, mas acho que se pode ser diferente, evoluir para novos formatos sem ser o estilo “foclórico-bimbo” (não me peçam para explicar… foi o que me surgiu na memória repentinamente quando procurava adjectivos e suou-me bem) de Manuela Moura Guedes.
E depois… depois, “prontos”… aquela enorme boca vermelha que concentra todas as atenções e me faz lembrar essa grande personagem que é o “Joker”, magistralmente interpretado por Jack Nicholson.

Comentários

Mensagens populares